Filme – Como Nossos Pais

Olá pessoal! Tudo bem com vocês? Recentemente eu fui ao cinema conferir o filme Como Nossos Pais, e como de costume, precisava compartilhar o que achei com vocês! Vem comigo!

Rosa (Maria Ribeiro), 38 anos, é uma mulher que se encontra em uma fase peculiar de sua vida. Marcada por conflitos pessoais e geracionais: ao mesmo tempo em que precisa desenvolver sua habilidade como mãe de suas filhas, manter seus sonhos, seus objetivos profissionais e enfrentar as dificuldades do casamento, Rosa também continua sendo filha de sua mãe, Clarice (Clarisse Abujamra), com quem possui uma relação cheia de conflitos.

Há muito tempo eu não assistia um filme brasileiro. Confesso que geralmente quando assisto filmes brasileiros são de comédia, os dramas nunca me atraíram muito. Porém, eu tinha visto o trailer de Como Nossos Pais e me chamou muito a atenção. Fiquei curiosa para assistir como assuntos tão íntimos seriam abordados no telão.

O que achei do filme?

Assuntos sérios são abordados de uma maneira tão simples e gostosa de assistir, e faz a gente refletir sobre muitas coisas.

Primeiramente, a relação mãe e filha depois de uma certa idade (no caso de Rosa e Clarice). Elas brigam bastante, não possuem as mesmas opiniões, Rosa é muito apegada ao pai – os pais são separados – e sempre achou que a mãe tivesse algo contra ela,  quando de repente descobre o porque de tudo isso, mas, também descobre algo muito ruim que a sua mãe está passando, e elas acabam se aproximando muito.

A relação de Rosa e Clarice não é aquela relação hollywoodiana de mãe e filha que costumamos ver nos filmes, é uma relação real, de famílias de verdade, famílias que conhecemos, a nossa própria família. Isso foi um dos pontos que eu mais amei no filme, na verdade, todas as relações são assim, isso nos aproxima de todo enredo e nos faz refletir.

Esse é o maior conflito do filme, mas a vida de Rosa não é nada fácil, o trabalho dela está bem complexo, o casamento, a convivência com uma das filhas tem ficado difícil, outros amores, o amor próprio, coisas que podem acontecer com qualquer uma de nós, são abordadas de uma maneira tão real e maravilhosa.

O filme é bom para…

Refletirmos sobre nossa vida em família, nossos conflitos internos, nossas escolhas, nossas relações com quem realmente importa, nossas relações conosco.

O filme tem um toque feminista, principalmente no final – não vou dar spoiler haha – mas é um feminismo que eu concordo demais. Mulher nenhuma precisa de homem nenhum pra ser feliz, ela pode sim ser feliz dessa forma, mas, se a mulher quiser ser totalmente independente, ela vai encontrar a felicidade da mesma maneira, sem seguir nenhum padrão.

E ela pode sim ser bela, se arrumar, ser autêntica. Mas, ser poderosa, independente e feminista.

Eu amei o filme! Quem já assistiu? Me fala o que achou!

Eu super indico 😉

Confira o trailer:

 

Beijokas 😉

6 thoughts on “Filme – Como Nossos Pais

  1. Eu ainda não assisti, e pra ser bem sincera, nem tinha ouvido falar ainda do filme! Também tô acostumada a assistir filmes brasileiros de comédia, mas drama eu quase nunca vejo, mas gostei bastante da dica e do fato do final ter um toque feminista haha já me atraiu. Vou tentar assistir quando puder!
    Um beijão,
    Gabs | likegabs.blogspot.com ❥

Olá Pessoal, Tudo bem com vocês? Deixe sua Opinião, ela é super importante para o crescimento do blog! :)