Profissão Comissária de Bordo, com Tati Alves

Olá lindezas! Tudo bem com vocês?

Última quinta do mês, dia de post sobre profissão!

O primeiro post dessa categoria de profissões foi no mês passado, onde falei sobre ser Publicitária, para quem não viu, clique aqui.

E o post desse mês é sobre uma profissão beeeem diferente e interessante, que é ser comissária de bordo..

Minha amiga Tatiana Alves está há uns anos nessa área e vai contar um pouco pra gente sobre o que é ser um comissário.

Comissário de Bordo é um agente de segurança, nossa função é garantir que os passageiros façam uma viagem segura e confortável até o seu destino.

Passamos por treinamentos intensos e bem puxados, temos todo conhecimento necessário para agir em uma emergência, então não hesite em pedir algo caso precise de ajuda, tá?

Vou contar um pouquinho da nossa rotina e profissão, lembrando que alguns fatores mudam de uma empresa para outra.

Todo final de mês recebemos a escala, ela determina quais dias iremos voar, os destinos e os dias de folga.

No dia do voo chegamos mais cedo para fazer o briefing (é uma reunião, o momento que conhecemos a tripulação e discutimos assuntos importantes do voo), sempre voamos com uma tripulação diferente.

Quando chegamos no avião temos de fazer um check em todos os equipamentos de emergência para poder liberar o embarque dos passageiros.

Durante o embarque, auxiliamos e orientamos os passageiros e nos preparamos para a decolagem.

Durante o voo, temos o serviço de Bordo, cada companhia tem um serviço diferente.

Quando chegamos no destino vamos para o hotel já reservado pela empresa aérea, chamamos de pernoite.

Alguns voos conseguimos aproveitar a cidade e passear, mas nem todos são assim, as vezes temos só 12 horas de descanso, em algumas situações temos um dia ou até mais inativo em alguma cidade.

Eu sempre tento aproveitar o máximo possível nos meus pernoites para descansar, ir a academia, conhecer a cidade e restaurantes.

Outra questão dessa profissão são os horários, voamos sempre em horários diferentes, um dia a noite, no outro a tarde e assim por diante, por isso temos que aproveitar quando podemos descansar, pois isso bagunça muito nosso ciclo circadiano, ainda mais quando tem muitas mudanças de fuso horário.

Podemos voar até 6 dias consecutivos.

Eu diria que ser Comissário de Bordo é um estilo de vida, lidar com pessoas de diversas culturas, conhecer lugares novos, estar sempre preparado seja dia ou noite, poder assistir o nascer do sol em Manaus e o pôr-do- sol no arpoador, Rio de Janeiro, mas também tem seu preço, muitas vezes toda essa bagagem vem acompanhada da solidão, perder eventos importantes, não estar com a família ou amigos em todas as comemorações, visitar um lugar maravilhoso e não ter companhia para dividir aquele momento.

Sou muito realizada na minha profissão, existem muitos pontos positivos e claro negativos, como em qualquer outra, mas tudo depende da forma que enxergamos cada situação.

Se você procura por uma rotina, certamente não será essa profissão, nossa rotina é não ter rotina.

Espero ter ajudado a sanar algumas dúvidas sobre nossa profissão.

Quer ver mais sobre o dia a dia da Tati? Siga ela no instagram clicando aqui.

Gostaram de saber um pouco mais dessa profissão?

Beijokas 🙂

4 thoughts on “Profissão Comissária de Bordo, com Tati Alves

    1. Eu acho uma profissão bem legal também Cá, fico encantada com as fotos que a Tati me mostra, com os lugares que ela conhece, muito bacana isso.. Beijokas 🙂

    1. Verdade Gi, é uma profissão que te da oportunidades para conhecer o mundo.. Muito bacana mesmo quando se consegue aproveitar as pernoites e conhecer os lugares.. Beijokas 🙂

Olá Pessoal, Tudo bem com vocês? Deixe sua Opinião, ela é super importante para o crescimento do blog! :)